Dinheiro que gastamos em shows neste ano

Dinheiro que gastamos em shows neste ano

Se tem uma coisa que qualquer pessoa que me conheça minimamente sabe é que meu programa preferido é ir em shows.

Eu cresci em uma cidade pequena e a internet apareceu como um meio para a descoberta de um mundo gigante e cheio de coisas legais. Minhas amigas e eu gostávamos muito de música e era normal passar uma tarde inteira assistindo a clipes musicais enquanto conversávamos sobre as mais diversas coisas. Claro que nós também falávamos sobre nossas bandas preferidas – cada uma com a sua – e sobre nossos crush. (Desculpa, mundo, mas eu usava o sobrenome do meu preferido na pré-adolescência.) (Ok, na adolescência também).

Conheci muita gente por causa disso também, inclusive, pessoas que são muito queridas até hoje. Pessoas que eu acabo encontrando nos shows (pelo menos nos de Porto Alegre), pessoas cujos gostos musicais mudaram completamente, mas que, de alguma forma, ainda são presentes na minha vida, e pessoas que conversam comigo quase que diariamente. Pensar que essas amizades têm em torno de doze anos e nasceram de uma simples identificação mútua com relação a uma banda ou artista me deixa um pouco boba até hoje.

Eu também conheci meu namorado por causa de um grande festival de música. Com pouca conversa, encontramos muitas bandas em comum dentro de um estilo pouco apreciado aqui no país (de uma forma bem resumida, gostamos de post-hardcore e screamo e, por vezes, conferimos a cena de pop-punk). Foi sempre nossa maior identificação.

E o Fe é, sem dúvidas, meu maior companheiro de shows. Quando ficamos sabendo que alguma das ‘nossas bandas’ está vindo, nem precisamos pensar se vamos ou não vamos. Está caro? Tudo bem, é um dinheiro que fazemos questão de gastar. Precisa viajar? Tudo bem também, podemos aproveitar para fazer outras coisas na cidade. O único empecilho mesmo é quando o show cai em outra cidade fora do fim de semana, o que é raro. (As produtoras que trabalham com bandas do tipo sabem que precisam realizar o show no dia em que seja mais provável ter público o suficiente – o que, normalmente, é em um sábado.)

No fim de semana retrasado, fomos para São Paulo ver mais uma banda que gostamos bastante. Paramos para pensar, no fim, no quanto já gastamos com isso durante o ano e, por curiosidade, vou compartilhar com vocês.

Shows que vimos e gastos que tivemos com eles em 2016

Fomos em quatro shows em São Paulo (dois do Bring Me the Horizon, um do Pierce the Veil e um do We Came As Romans), um no Rio de Janeiro (também do Bring Me the Horizon, já que resolvemos fazer a turnê brasileira com eles, heh) e dois aqui em Curitiba (Our Last Night e Chunk! No, Captain Chunk!).

> Os 14 ingressos custaram um total de R$2.307,00.

> Os hotéis custaram R$1.378,00. (Poderíamos ter economizado aqui, mas tivemos um ataque de #fangirling e ficamos no mesmo hotel que o BMTH. Obviamente, valeu muito a pena. Nada como tomar café da manhã com seus ídolos.)

> Passagens aéreas, gasolina (fomos de carro para SP no último fim de semana) e estacionamentos ou corridas de Uber para os shows/hotéis/aeroportos saíram por R$1.549,80.

> Decidimos não incluir alimentação ou outros gastos com transporte pois a gente acaba gastando aproximadamente a mesma coisa ficando por aqui também.

> Decidimos também não incluir itens de merchandise. Como são, em maioria, camisetas, prefiro colocá-los no item de “vestuário” do nosso orçamento. É algo supérfluo, de certa forma, mas que algumas vezes adquirimos por sabermos que representam grande parte da renda de uma banda ‘pequena’.

Somaram? Deu um total de R$5.234,80 em shows só em 2016 e só até agora. (Já vai ter outro no próximo fim de semana, socorro!)

E, por mais que a gente tenha noção de que isso nos sustentaria por alguns meses, de que é mais do que gastei no meu computador novo (que demorei muito para ter coragem de comprar) e mais do que muita gente ganha em um ano inteiro de trabalho, são gastos que não doem. Somos muito agradecidos (e privilegiados) de podermos colocar dinheiro em experiências do tipo sem comprometer o orçamento.

São momentos únicos e que volta e meia lembramos. É meio louco, mas aquela uma hora e pouquinho de show é uma das coisas que mais gostamos nessa vida. É quando liberamos nossas energias e quando podemos gritar todas as músicas que já ouvimos inúmeras vezes e que, por vezes, falam exatamente o que não conseguimos colocar em palavras.

Além disso, nos sentimos bem em incentivar um trabalho que gostamos tanto. Já tivemos algumas oportunidades de conversar com muitos dos artistas que acompanhamos e sabemos o quanto um simples comparecimento em seus shows pode ajudá-los. Nada mais justo, então.

E você? Gosta de shows? Qual seu programa preferido e no qual você não se importa de gastar (muito) dinheiro?

Imagem: 1

  • Vocês são de Curitiba?? *–*
    Eu amo ir em shows!! Mas só viajo se for uma banda que eu realmente ame, de todo o coração. Inclusive, os shows de rock/pop punk aqui em Curitiba estão bem frascos, uma tristeza isso 🙁

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    Bruna respondeu:

    Oi Váh! Eu estou morando aqui em Curitiba desde abril, com meu namorado! Já a Camila, minha irmã que também escreve aqui, mora em Cerro Largo, no interior do RS. 🙂
    Concordo com você, tá tudo bem fraco por aqui! Eu acabo conferindo todos os eventos anunciados (porque eu basicamente só saio para shows, haha), mas nem dá para comparar com outros anos. E então, como as bandas que eu gosto bastante acabam só fazendo show em São Paulo, não me sobra outra opção. Mas vamos torcer pra que melhore!! 🙂

  • Não vou muito em shows, porque não é toda banda que me da vontade de sair de casa haha. Mas é super válido gastar com momentos assim, que nos dão prazer e lembranças inesquecíveis.

    Bruna respondeu:

    Cada um tem a sua definição de programa favorito, né? Sempre penso que a vida é curta e imprevisível, então enquanto eu tiver condições financeiras e físicas de fazer coisas que eu gosto, vou aproveitar, hehe. 🙂
    Obrigada pela visita, Simone!

  • Eu tbm já fiz muita amizade por causa de shows ou gosto musicais. Mas esse ano não fui a nenhum show ainda, caraca, agora que parei p pensar, rs.
    E tu gastou uma nota com show, caracaaa, mas com certeza é um $ bem gasto 😀

    http://www.carolinapeclat.com

    Beijos Carol Peclat

    Bruna respondeu:

    Hahaha tem gente que contesta essa parte de “dinheiro bem gasto”, mas que bom que você entende. 🙂
    E tomara que uma banda que você goste venha ainda esse ano então!
    Obrigada pela visita, Carol.
    Beijos

  • Bruna, eu também usava o sobrenome do meu crush favorito na adolescência (grazadeus isso passou HAHAHAH).
    Caramba, é muita grana mesmo, mas cara, além de ser um dinheiro MUITO bem gasto, vocês tomaram café da manhã com seus ídolos e isso não tem preço (estou bolada aqui porque nunca vou consegui tomar uma breja com o Jim Morrison, BOLADONA).
    Beijos!

    claramenteinsana.com

    Bruna respondeu:

    Hahahaha, mas era o máximo, né? Eu fico feliz que cresci, mas adoro ter vivido tudo da maneira que foi – inclusive com o sobrenome do crush.
    E SIM, a gente não se arrepende nenhum pouco dos gastos com aquela banda especificamente porque ai, até na academia do hotel a gente se encontrou. Saia do elevador, encontrava. Ficava na piscina, encontrava. E eu sei que pra muita gente não faz sentido, mas é importante pra mim saber que os caras que fazem as músicas que falam por mim são pessoas normais.
    Sobre o Jim, infelizmente só dá pra esperar a próxima vida 🙁
    Beijos!

  • Olha eu acho super válido ter esse tipo de gasto, o importante é viver momentos inesquecíveis.

    Beijos

    Bruna respondeu:

    Sim né! Eu também acho. Com responsabilidade, claro. Tendo a oportunidade, vamos aproveitar mesmo! 🙂
    Beijos

  • Isso me lembrou uma coisa: PRECISO ir no show no Tiago Iorc, Mallu Magalhaes e Maria Gadu. Tenho que ir antes de morrer! rsrs beijos linda!

    Bruna respondeu:

    Tomara que você consiga ver logo e várias vezes, Thais!! 🙂
    Beijos

  • Oi Bruna, eu acho super válido separar uma fatia do orçamento para ver shows bacanas. Eu tenho andado SUPER seletiva com relação a shows e só tenho ido naqueles que valem MUITO a pena para mim. Eu acabo vendo mais shows quando viajo para fora do Brasil do que por aqui… a gente sempre confere se a agenda daquela banda querida vai coincidir com alguma viagem, então é só alegria!

    Bruna respondeu:

    Camila, faço a mesma coisa! Inclusive, tem vezes que eu tento adaptar a agenda de viagens de acordo com a data de um show que quero ver, hahaha. 🙂
    Beijos

  • Não é pouco dinheiro, mas realmente você tem que fazer o que gosta enquanto há tempo.
    Indiquei você em um prêmio lá no blog.
    Espero que goste =)

    ✯ Instagram ✯♮​✯ Blog Eu Sendo Assim ✯✯ Fan Page ✯

    Bruna respondeu:

    Verdade, Rafael, eu sempre penso em como a vida é imprevisível, então, enquanto eu tiver condições, vou fazer o que eu gosto de fazer. 🙂
    Fico muuuito feliz com a indicação, muito obrigada!
    Beijos

  • Nossa eu amo ir em shows , acho certo gastar com isso enquanto da tempo haha e temos mt energia !

    http://www.nataliloure.com.br

    Bruna respondeu:

    Também acho, Natali! Adoro aproveitar essas oportunidades. 🙂
    Beijos

  • CARACA, E EU AQUI ME ACHANDO PORQUE JÁ FUI EM UM SHOW DA MINHA BANDA PREFERIDA.
    Eu sou apaixonada por shows, inclusive vai ter Os Paralamas do Sucesso esse mês na cidade vizinha e eu tô contando os trocados pra ir, mas se der, tô lá!
    Só não vou em mais shows durante o ano por conta de que falta dinheiro mesmo, e o mais longe que fui foi pra Porto Alegre, num show ano passado de Los Hermanos, ( isso que moro em SC).
    Bom show nesse próximo find,
    beijão,
    radioactivebookss.blogspot.com.br

    Bruna respondeu:

    Obrigada, Jéssica! 🙂
    Eu espero que consiga os trocos para ir ao show do Paralamas!! Eu já perdi muito show por não ter dinheiro na época, mas agora que minhas condições melhoraram eu tento aproveitar, hahaha.
    Beijos

  • Eu até gosto, mas ultimamente estou preferindo os shows mais intimistas. Assim, não tem bagunça!
    Amei esse post! Lazer é melhor coisa para gastar nosso dindin.
    http://www.utilidadebobagem.com/
    Siga o insta do blog: @blogueb

    Bruna respondeu:

    Exatamente, e cada um de nós tem uma preferência. É legal ter bons momentos na vida. 🙂
    Beijos

  • Esse ano eu fui em alguns shows na minha cidade, mas nenhum memorável. E não cheguei a gastar muito.
    Mas nada melhor que ir em shows de bandas que gostamos.
    Beijos

    Bruna respondeu:

    Concordo, Aline! 🙂
    Beijos

  • Eu adoro ir pra shows! Nunca precisei viajar pra assistir um show, até porque se eu precisasse, iria morrer precisando, porque não tenho dinheiro, hahahaha! Mal tenho dinheiro pra pagar o ingresso, quem dirá a passagem, hospedagem, alimentação e etc, hahaha! Fora que na fila do show rola aquela fome e você ali levando um biscoitinho básico, mas só se satisfaz depois de comer um hamburguer e tal, hahaha! A parte mais divertida do todo show é a fila, porque é ali que ficam os camelôs pra comprar os bottons, blusas e etc do artista que fica divertido, o povo fica cantando, é animado, eu gosto. Não tenho problemas em pagar pra assistir um show, ainda mais se for de um artista que eu admiro muito, o meu problema é que sou baixinha e já me conformei que não dá certo eu na pista comum. Já fui de pista comum (que é aquela lá trás) duas vezes e não deu certo, agora só vou se for a premium (que é aquela lá da frente, perto do palco) fui no show da Miley e fiquei na premium, foi muito bom, dancei e tudo, hahaha! Outra coisa que não me importo em gastar dinheiro é festival, tipo Rock in Rio, porque você paga o valor de um show, mas assiste váaarios, fora as atividades que rola dentro do festival, com stands e tal, também gosto. Mas é muito dinheiro mesmo, ainda bem que os artistas que eu curto só vem aqui de ano em ano isso quando vem, hahaha! Aí dá tempo deu dar uma respirada pra poder pagar o próximo show, sabe? Esse ano ainda não fui em nenhum (se o da Anitta contar, fui no da Anitta, hahahaha! Mas entrei de graça). Agora sei que ano que vem vai ser difícil, porque tem rumores de que vai ter show da Demi, Justin Bieber e fora o Rock in Rio que a banda Maroon 5 já foi até confirmada <3 ou seja, ano que vem eu vou a falência, tenho certeza.

    Beijos!

    Bruna respondeu:

    Nossa, eu ia AMAR não precisar viajar toda vez, mas pelo menos morar em Curitiba é mais barato, então sobra um dinheirinho, hahahaha. E Thami, investe na premium! A minha sorte é que eu gosto de bandas que quase ninguém conhece, então os shows acabam sendo ~vip (sério, costuma dar em torno de 150 pessoas!!!).
    E começa a guardar dinheiro hoje porque se as previsões para o próximo ano se confirmarem, você vai mesmo precisar, hahah.
    Beijos!

  • Oi,
    eu adoro shows, mas tenho gasto bastante em viagens, tours e mochilão.. rs
    Esse tipo eu não me importo em gastar.. acho que temos que viver..

    Beijos *️⃣*️
    http://www.dreamsam.wordpress.com

    Bruna respondeu:

    Isso, Alba! Eu acho muito legal como somos todos diferentes com preferências também diferentes, então, temos que aproveitar nossa vida da melhor maneira. 🙂
    Beijos

  • Infelizmente eu moro em interior e ainda não pude ter a vida que gostaria de ter, que é exatamente essa que você tem *-* Shows são coisas maravilhosas, que fazem com que eu me sinta viva. É um dinheiro que eu me arrependeria de jeito nenhum de gastar.
    Que bom que você encontrou um parceiro no crime pra isso!

    beijo
    beinghellz.com

    Bruna respondeu:

    Exatamente, Hellz, são sempre os momentos em que eu mais me sinto viva. E ter meu namorado gostando tanto da coisa quanto eu facilita muito, hahaha. Eu já perdi muita coisa quando morava no interior também (e não ter renda, hahah), mas sempre é tempo. Vou torcer pra sua vez chegar loguinho! 🙂
    Beijos

  • Oi Bruna, tudo bem com você?

    Tenho uma história parecida com você, já fui em muito shows e conheci muita gente bacana a partir dai. Viraram até os melhores amigos por conta disso. E sabe, ainda amo ir a shows e estar com meus ídolos. Acho que nada no mundo paga esse sentimento. Mas esse ano tive que me segurar, não fui em nenhum para economizar. Porém ano que vem é all acess para gastar! hahahaha

    Adorei esse blog, muito mesmo, já até curti no facebook! <3

    http://seismilmilhas.com

  • Babe, como assim tudo isso?! Estou chocada com o valor, mas ao mesmo tempo sei que esse treco de show vicia demais. Amo shows e se eu pudesse iria em todos!

    Mês que vem vou no Aerosmith e já tô imaginando tudo aqui.
    Adorei o post como sempre.

    Grande beijo! ❤

    Bruna respondeu:

    Vivi, nós também ficamos chocados como o total. Pra ver como é importante colocar os números no papel né? Nossa estimativa estava bem abaixo! Mas, como meu namorado disse, não trabalhamos só para pagar contas, hahaha.
    E que incrível que você vai ver Aerosmith! Bom show!!!
    Beijos

  • Mônica Rocha

    Isso em 2016. 2017 está uma loucura..
    Esse ano eu e meu namorado gastamos por aí, sem estadia. Só shows no RJ.
    Já foram Jake Bugg, Jimmy Eat World, Two door Cinema Club, Evanescence.
    Virão Lindsey Stirling, Rock In Rio (Guns e The Who), Aurora Aksnes, Green Day, Arcade Fire (a comprar), Deeple Purple e Lynard Skynard.

    Bruna Zbk respondeu:

    Você é das minhas, Mônica, hahaha. 2017 realmente está uma loucura! Por aqui já gastamos muito esse ano também, mas, como sempre, não troco por nada. Prefiro “apertar” em outras coisas. 🙂 Ótimos shows pra ti! Essa sua lista tá demais!!